sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Alberto Luís: faça o que eu digo e não o que eu faço

A administração Trabalho, trabalho da cidade do Assú vem há muito mostrando que este slogan não passa de mais uma peça publicitaria para vender um produto de má qualidade: a gestão sem planejamento e midiática.

O anuncio da exoneração em massa dos cargos comissionados e da retirada de funções gratificadas já começa a tomar contornos mais amenos: alguns poucos escolhidos serão reconduzidos aos mesmos cargos. Agora, tomando por base que a grande maioria do funcionalismo público da prefeitura do Assú se enquadra no quesito comissionados (a exceção dos funcionários da secretaria de educação, pois tem alguns concursados) e estes a partir de hoje não mais compõem a administração municipal, como ficará os projetos, ações... (se é que tem) da PMA? Aaah, alguns desses cargos, em gratidão, continuarão, a labutar.
Huumm, ah, tá.

Aaahh, como já esperado, os titulares de algumas secretarias serão nomeados para continuarem nas suas mesmas funções, com direito a rendimentos. O labor voluntário caberá aqueles que estão hierarquicamente na linha de baixo. Confiram os decretos e portarias publicados no Diário Oficial clicando aqui.

Cá prá nós, se esse quadro de voluntariado se confirmar, não seria o caso de autoridades do judiciário realizar estudos para descobrir de onde advêm essa onda repentina de voluntariado? 

Cá prá nós de novo, o vice prefeito ganhou de presente uns dias como prefeito e nestes poucos dias ratificou, em definitivo, a máxima que diz: faça o que eu digo e... Quem diria! Pois ééé... tipo, ideologia, quero uma pra viver! Depois jogo fora.

Aaaahm, estas exonerações eram para serem realizadas antes do casamento civil, em praça pública e sem direito a festa, de Vossa Excelência. Mas como tal situação não cairia bem, uma vez que os cargos comissionados iriam participar do evento, a decisão ficou para depois da festa do casamento religioso de Vossa Excelência o qual foi bem longe do Assú, na Paraíba e como estava decidido, caberia ao vice prefeito a decisão. Dependendo da repercussão, Vossa Excelência racha com o vice e... virará salvador da pátria  Simples assim.

Será?

Só prá lembrar, o aumento do numero de funções gratificadas e de cargos encaminhados pela prefeitura do Assú nos Anos da Graça de Nosso Senhor Jesus Cristo de 2011 e 2012 foi assustador. Todas aprovadas, sem questionamentos, pela Câmara Municipal. Tais aumentos eram encaminhados por Vossa Excelência. Então... Vossa Excelência gosta só dos ônus da administração, os bônus .. cabe ao vice. Por que será que o vice anda a aceitar tamanhos bônus? 

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Assú: após eleição vitoriosa, chegou a vez da demissão inglória

Após ser reeleito com mais de 60% dos votos válidos, o prefeito da cidade do Assú pediu licença do cargo para passear e deixou para o vice prefeito, que não se candidatou a nenhum cargo eletivo neste pleito, a tarefa árdua de demitir os cargos comissionados da prefeitura, bem como retirar gratificações de funcionários. A desculpa para o bota fora é de um simplismo estarrecedor: Falta de planejamento. Simples? simples assim mesmo!

No entanto, em Nota, a prefeitura do Assú justifica que o bota fora deve-se ao fato de quedas do FPM e de outras receitas. 

Huumm, mas essa queda só se deu agora, adispois das eleições? Necas.

Sem planejamento e disposto a se reeleger, o nobre prefeito contratou, a torto e a direito (com a anuència dos nobres edis) um bocado de gente. Entonce... ganhou e... hora do descarte.

Aahhh... a crise por que vem passando a PMA é de longas datas. Derna de muito tempo que as obras iniciadas pela PMA e que tiveram Ordem de Serviço assinada por Vossa Excelência  com direito a fogos e outras cocitas mais, continuam até hoje inconclusas, bem como é por demais sabido que alguns prestadores de serviços e fornecedores está com pagamentos atrasados.

Leiam abaixo a Nota em que a PMA tenta explicar sua falta de planejamento e descarte daqueles que saíram as ruas para reeleger o nobre prefeito.


A prefeitura municipal do Assú na busca de cumprir com o que determina a Lei de Responsabilidade Fiscal sobre o equilíbrio financeiro da gestão pública, e diante do valor acumulado no ano em quedas dos recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e do atraso verificado no repasse de outras receitas que têm direito o município do Assú, sente-se na obrigação de tomar medidas tendo por objetivo a redução do custo financeiro para que possa estabelecer o equilíbrio necessário ao encerramento do exercício orçamentário de 2012.

Assim, publicará nesta sexta-feira, 30, através do Diário Oficial do Município do Assú decreto com a exoneração de secretários municipais, cargos comissionados e a dispensa de funções gratificadas no âmbito do serviço público municipal de Assú atendendo as recomendações que segue:

- A exoneração de ofício de todos os secretários municipais e de todos os cargos de provimento em comissão que compõem a estrutura organizacional da Prefeitura Municipal do Assú, mantendo-se os cargos eletivos de conselheiros tutelares do município.

- A dispensa de ofício de todas as funções gratificadas atribuídas aos servidores públicos municipais, ficando mantidas as funções gratificadas atribuídas aos membros da Comissão Permanente de Licitação.

- A suspensão do benefício de gratificação de desempenho e produtividade, com exceção de imperiosa necessidade do serviço público.

A administração municipal esclarece, neste momento, que as medidas adotadas de contenção e equilíbrio financeiro deste o início do mês de novembro pelo chefe do executivo, visa sobretudo assegurar até o final do exercício os pagamentos a fornecedores e aos servidores públicos municipais, bem como a manutenção dos serviços públicos prestados à população.

Amanhã, Alex Nogueira em Assú


Elba e Dominguinhos, no forró da lua

A festa continua pras bandas da Fazenda Bonfim. Após a doação de uma sanfona para o Museu do Vaqueiro, o cantor, compositor e sanfoneiro Dominguinhos está de volta ao Forró da Lua, acompanhado de outra estrela da música nordestina: a cantora Elba Ramalho. O Forró da Lua Especial será próximo sábado, dia 1º de dezembro, na Fazenda Bonfim, estrada da lagoa. A noite será mais longa e com muita música, poesia e a tradicional fogueira. Segundo informa o idealizador Marcos Lopes, a ocasião especial é para marcar as comemorações do centenário de Luiz Gonzaga (13/12).

Os portões abrem às 20h com apresentações de jovens da Escola de Sanfoneiros do Museu do Vaqueiro, na sequência shows dos sanfoneiros Zé Moré, Zé Barros e Trio Asa Branca, com participação da jovem sanfoneira Valdeane, de 12 anos. Depois tem o mestre Dominguinhos e banda, seguindo do grande show de Elba Ramalho. Para quem aguentar o arrasta-pé, ainda tem Banda Assum Preto pra fechar a madrugada, com previsão para ir até 3h da manhã.

Os ingressos para o Forró da Lua Especial Gonzagão estão à venda no Pittsburg ou através do site www.showdebola.com.br ao preço de R$ 60,00. Também poderá ser adquirido nos pontos de venda tradicionais: Tenda do Neneu, Posto São Luiz II, Panificadora Boca de Forno, Posto Planalto, Restaurante Chinatown, Real Car Equipadora, Posto Federal BR 101 e Pousada e Restaurante do Macedo. Na página virtual www.forrodalua.com.br há os endereços de todos os pontos.

Nunca é tarde para pedir perdão!

E por falar em luz, em Assú... eis que chegou a hora de me redimir, pedir perdão mesmo, a Gilmar (do Centro Comercial da Cohab) e a Nuilson Pinto. Perdão, perdão... perdão!

A Gilmar, ser fantástico... (isso não é rasgação de sedas), e que anda a passar por problemas de saúde, transitórios, peço desculpas, perdão é a palavra, por ainda não ter podido visita-lo pessoalmente, maass, menino, saibas, estou (eu e um bocado de gente) torcendo por você, irás sair dessa.

A Nuilson, que mudou de idade no último dia 20, parabéns. Menino, sei que sabes que te desejo tudo de  bom, e que pedi aos deuses para que continuem a te proteger e a permitir que desfrutemos de sua presença e amizade por muitos e muitos anos.

Aos dois, Gilmar e Nuilson, tudo de bom que os deuses, santos, anjos e orixás possam lhes proporcionar.

Assú tem luz!!



Morre o jornalista Joelmir Beting, aos 75 anos

Morreu à 1h desta quinta-feira, em São Paulo, aos 75 anos, o jornalista paulista Joelmir Beting.

Internado há mais de um mês no Hospital Albert Einstein, Beting estava em estado de coma, decorrente de um acidente vascular encefálico hemorrágico, ocorrido no último domingo (25) e respirava com auxílio de aparelhos.

Beting passava por um tratamento para combater uma doença autoimune desde 22 de outubro.

Ainda não há informações sobre o velório e o enterro do jornalista.

Nascido em Tambaú (SP), a 255 quilômetros da capital paulista, Beting foi um dos pioneiros da imprensa econômica brasileira.

Sua coluna diária, lançada em 1970 na Folha, foi publicada durante 34 anos em mais de 50 jornais de todo o país.

Beting também inaugurou o comentário econômico para a rádio e a televisão, com colaborações nas emissoras Record, Bandeirantes, Globo, TV Gazeta e Globonews.

Desde 2004, o jornalista participava do "Jornal da Band", na TV Bandeirantes.

Ao usar linguagem simples e clara para tratar de temas áridos de economia e finanças, Beting ficou conhecido pela capacidade de "traduzir" o jargão econômico para o público em geral.

Ao fugir do economês, foi chamado por alguns críticos, principalmente do meio acadêmico, de "Chacrinha da economia".

A alcunha não o incomodava. "Não falo para a dona de casa, mas para a empregada dela", costumava afirmar o jornalista, formado em sociologia pela USP (Universidade de São Paulo).

- Matéria transcrita do Jornal Folha de São Paulo

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Cassação de Odelmo x SUSPEIÇÃO?

Os homens que só dizem sim se reuniram na noite de ontem para aprovarem o orçamento da prefeitura do Assú para o exercício 2013, em primeira sessão, bem como para escolherem os membros da comissão que apurará as denuncias encaminhadas à casa, pelo Ministério Público, em relação a possíveis irregularidades cometidas pelo vereador Odelmo de Moura Rodrigues, através da contratação de empresas, de propriedade do mesmo, para a realização de trabalhos na Câmara Municipal.

- Salvo engano, as denuncias contra Odelmo, neste caso, dão conta que o mesmo contratou empresa na qual figura como proprietário, embora não o seja de fato, e esta empresa realizou trabalhos, de reforma na Câmara Municipal no valor inferior a R$ 42.000,00. Embora a reforma tenha sido, de fato, realizada, a denuncia requer a apuração e cassação do edil assuense por considerar que o mesmo, em sendo vereador, não poderia contratar com órgão público.

A comissão foi escolhida em sorteio e os escolhidos foram Manoel Botinha (presidente) Didi (relator) e Heliomar Alves (membro).

Pergunta besta, o nobre relator sorteado não é empresário e não possui uma empresa que tem contratos com o poder público municipal assuense? isso não é, no minimo, caso de suspeição?  Aaahh, o nobre presidente sorteado, não possui equipamentos que realizam trabalhos para o poder público municipal? isso também não é caso de suspeição? e o nobre membro escolhido (vereador derna que chegou a maioridade) não tem familiares que também tem contratos com o poder público? isso também não é caso de suspeição?

Aff... tudo bem que os homens que só dizem sim gostam de dizê-los de forma continuada e indiscriminada, mas... dizer não sempre necessita de justificação e... bem, SUSPEIÇÃO não requer explicação, apenas precisa ser dita, e de forma bem simples, tipo... não posso participar desta comissão por considerar-me SUSPEITO. Simples assim.

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Boa Tarde!!

 

Agente é condenado por se apropriar de celular em presidio

A 1ª Câmara Cível do TJRN deu provimento parcial ao recurso do Ministério Público e condenou um agente penitenciário, que se apropriou de um celular, o qual estava em posse de um detento. O fato ocorreu no Presídio Provisório Raimundo Nonato.

Segundo o MP é preciso definir que o agente apropriou-se de um objeto que, clandestinamente, estava sob a posse de um detento, vindo “a igualar-se a este no que se refere à prática de uma conduta moralmente e penalmente reprovável”.

Realça que "no caso em demanda, embora o fato não seja de grande expressão econômica, relativa ao bem apropriado, o fato tratado nos autos não se restringe a interesses meramente patrimoniais, mas sim à preservação da administração pública”.

No entanto, embora se reconheça que tal atuação atenta contra as funções próprias do cargo de Agente Penitenciário, não se pode deixar de considerar que o objeto foi devolvido, era de pequeno valor econômico e não houve proveito pessoal segundo o relator do processo no TJRN, desembargador Expedito Ferreira.

Na situação específica dos autos, entendo que o ato praticado pelo recorrido não apresenta contornos de maior gravidade, de sorte a condená-lo a perda da função pública”, relata o desembargador.

A decisão condenou, assim, o agente à suspensão dos seus direitos políticos e proibição de contratar com o poder público, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de três anos, além do pagamento de multa civil arbitrada pelo juízo inicial.

- Transcrito do site do TJRN

Ipanguaçu: Inscrições para Conselheiro Tutelar

Começou no último dia 21 e prosseguirá até o dia dedicado a Santa Luzia (13/12), as inscrições para o preenchimento de 05 vagas no Conselho Tutelar de Ipanguaçu. Para concorrer a uma das cinco vagas, os candidatos precisam ser alfabetizados, não ser funcionário do sistema judiciário e nem do aparato policial, ter mais de 21 anos, ser morador da cidade há pelo menos dois anos, ter bons antecedentes (inclui processo não transitado em julgado), não ter sido candidato a cargos eletivos no ultimo pleito, ter lido o ECA e ser jeitoso com crianças e adolescentes. Estes dois  últimos itens será averiguado através de teste e declaração, respectivamente.

Ademais, os aptos a concorrer as cinco vagas no Conselho Tutelar de Ipanguaçu passará pelo crivo dos eleitores da cidade. A eleição é direta e acontecerá em 17 de fevereiro/2013. Os vencedores receberão salário mensal, diárias e tudo o mais que for necessário para o exercício da função. 

- Aaahh, segundo parecer recente, prefeitos e vereadores não tem direito ao recebimento de 13° salário, por se tratar de funções eletivas. Por analogia, os conselheiros também não. Ou não?

Maiores informações os interessados obterão se dirigindo a Centro Integrado de Cidadania, na Rua 23 de Dezembro, 104, Centro, Ipanguaçu/RN, no período de 21/11/2012 a 13/12/2012, das 8 às 12h, de segunda a sexta-feira, apresentando os documentos presente no edital, já disponibilizado também no site da Prefeitura” frisa a presidenta, Maria Raquel.

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

TCE/RN, a onda da vez

A briga pela indicação de um nome pela Assembleia Legislativa do RN por uma vaga no TCE sai da  onda da metáfora do consenso e passa para a onda da descoberta do perfil ideal para se ser conselheiro. A praia é extensa e os ventos fortes tendem a produzir muitas outras ondas. 

Pois bem, a onda que anda a se aproximar da praia trás os sons do cumprimento dos requisitos constitucionais,  pelo menos é isso que prega o sindicato dos funcionários do TCE. Dentre os requisitos para assumir a função, segundo o sindicato, estão: reputação ilibada, idoneidade moral e notórios conhecimentos nas áreas das ciências jurídicas, contábeis, econômicas ou administrativas ou, ainda, de administração pública, tudo devidamente comprovado por documentos hábeis.

Cá prá nós, os sons da onda trazida pelo Sindicontas/RN são bem mais sonoros do que os trazidos pela onda do consenso. Estes são de uma desarmonia estrondosa.

Aaahh, né por nada, né por nada, já pensou, em tempos de ficha limpa, moralidade do serviço público... um Conselheiro do TC que não possua reputação ilibada ou mesmo que não tenha graduação minima para avaliar, analisar ou coisa do gênero as contas dos gestores públicos? Saaannnguede...!!!

Natal será sede da Copa: tem poster! Obras de mobilidade urbana? tem não!

Acesa luz no fim do túnel para George e Raniere

A Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) emitiu pareceres favoráveis à validação dos votos concedidos aos candidatos a vereador da coligação União Por Natal II, com exceção apenas dos votos destinados aos integrantes do Partido Trabalhista do Brasil (PTdoB). Uma decisão da Justiça Eleitoral em 1º grau invalidou o registro de todos candidatos da coligação e fez com que Edivan Martins (PV) e Cláudio Porpino (PSB) passassem a ocupar as vagas de eleitos, no lugar de George Câmara (PCdoB) e Raniere Barbosa (PRB).

De acordo com a PRE, tal decisão deve ser modificada, uma vez que a legislação vigente prevê que a Justiça Eleitoral só pode cancelar todos os pedidos de registro que tenham sido requeridos por uma coligação quando receber comunicação de um órgão de direção nacional de partido político de que uma convenção partidária de nível inferior foi anulada. Fora desta específica hipótese não existe qualquer previsão legal para cancelamento de todos os pedidos de registro feitos por toda uma coligação. Em consequência, qualquer irregularidade ligada à participação de dado partido político em coligação acarreta somente a exclusão do partido político irregular, permanecendo hígida não só a coligação como a participação, nela, dos demais partidos.

O entendimento da Procuradoria é de que o artigo 69 da Resolução 23.373/2011 do TSE, utilizado como argumento para a anulação completa dos registros da coligação, não é aplicável neste caso. O parecer destaca também que a decisão proferida pelo TRE/RN e mantida pelo TSE apenas determinou que o PTdoB pertencia a outra coligação, não podendo fazer parte da União Por Natal II, sem que tenha havido pronunciamento de nenhum dos tribunais a respeito da suposta invalidade das candidaturas das demais legendas.

Para a PRE/RN, a mudança no relatório de totalização dos votos, com a anulação dos concedidos a todos candidatos da União Por Natal II, representa ainda prejuízo à preservação da democracia representativa, pois os candidatos das demais legendas da coligação foram excluídos, mesmo sem essas serem responsáveis nem terem se beneficiado da exclusão do PtdoB.

Obs.: Com esta decisão, embora preliminar, a democracia vira o jogo e pelo menos por enquanto, está ganhando a partida: os vereadoresGeorge Câmara e Ranieri Barbosa serão diplomados e assumirão o cargo para o qual foram eleitos. 

Nota dos Democratas: Operação Porto seguro


"Se a operação Porto seguro não tivesse sido deflagrada, os desmandos por ela denunciados tenderiam a não ter fim. A indicação de autoridade feita pela Presidência da República, rejeitada pelo Senado e de forma inédita revista pela maioria governista, coloca o governo na obrigação de dar ao país explicações sobre a propalada influência da intimidade com o poder nos legítimos negócios da República."


Senador José Agripino - presidente nacional do Democratas 

Artista Plástico leiloa obra a fim de arrecadar recursos para o natal da Apae

O artista plástico assuense Wagner Oliveira está leiloando uma pintura a óleo de sua autoria através do Facebook. Quem fizer o maior lance até o dia 15 de dezembro levará a obra ‘Meninos soltando traque’. O valor arrecadado será doado para a realização do Natal das crianças da unidade de Assu da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais - APAE.

- Matéria encaminhada por Samuel Nário

sábado, 24 de novembro de 2012

Policial militar é preso com carro roubado

Um soldado da Polícia Militar foi preso na noite de hoje por policiais rodoviários federais dirigindo um carro roubado.

O soldado Fabiano Luiz da Silva, da turma de 2010, estava na BR-116, em Felipe Camarão (perto da curva da morte), quando fez uma ultrapassagem proibida. Azar da peste, mesmo na frente dos caras da PRF.

Foi parado pelos inspetores e na checagem ficou constatado que o Gol de cor verde que ele dirigia era roubado. Isso foi por volta de nove horas da noite.

O militar recebeu voz de prisão na mesma da hora e foi levado para a delegacia de Plantão da zona Sul, onde está sendo autuado em flagrante neste momento.
- Transcrito do Blog de Jacson Damasceno

Sob efeito de alcool, motorista provoca grave acidente na BR 101


Um grave acidente foi registrado na BR101, em Parnamirim, nas imediações da entrada do cemitério Morada da Paz. Um motorista, que de acordo com a Polícia Rodoviária Federal estava sob efeito de bebida alcoólica, provocou uma colisão que resultou na morte de duas mulheres e deixou pelo menos quatro pessoas feridas, uma delas em estado grave.
O acidente aconteceu por volta das 18h40 e segundo a PRF, o motorista do veículo Sorento, de placas MZG-3021, identificado como Wellington Operiano Gonçalves declarou que estava bebendo em um bar em Nova Parnamirim.

A PRF informou ainda que o motorista será submetido ao teste do bafômetro para que depois disso seja conduzido a Delegacia de Plantão da Zona Sul e autuado pelo crime de embriaguez ao volante. Informações preliminares fornecidas pela PRF dão conta que Wellington vinha no sentido Natal-Parnamirim e perdeu o controle do carro. Com isso, bateu em um Astra e os dois carros atravessaram a pista para o lado contrário.

O Astra, de placas NNF-5912, foi o mais atingido. O veículo tinha quatro pessoas dentro. Duas mulheres passageiras do carro morreram na hora. Outras duas pessoas, entre elas o motorista, foram socorridas em estado grave. Um veículo Polo, de placas MZG-1811, que trafegava no sentido Parnamirim-Natal, também foi atingido.

Primeiro festival de música de Parnamirim, acontecerá em dezembro

Dentro da programação dos festejos comemorativos ao 54° aniversário de emancipação política de Parnamirim, o poder público municipal através da Fundação de cultura, realizará no próximo dia 17 o Ao Meu Deus um Canto Novo, I Festival de Música de Parnamirim (não é gospel), que premiará as três melhores músicas inscritas no mesmo, bem como o melhor interprete.

As inscrições para o Ao Meu Deus um Canto Novo podem ser realizadas até o dia 05 de dezembro, na sede da Fundação de Cultura, no período da manhã. Para maiores informações é só ligar para 3644-8336. A propósito, todos os cantores e compositores norteriograndense estão aptos a participar do Festival.

O Ao Meu Deus um Canto Novo será realizado na noite do dia do aniversário de emancipação política de Parnamirim, 17 de dezembro. O vencedor do Festival receberá R$ 3.000,00 e o melhor interprete, R$ 1.000,00.



Kakay sobre Joaquim Barbosa: "Um infeliz"

Sergio Lima/FolhapressAntes de ser indicado ministro do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa soube que o então presidente Lula buscava um candidato negro para indicar à mais alta corte do País. Barbosa já conhecia Frei Betto, amigo do ex-presidente, e conseguiu que seu nome fosse incluído na lista de possíveis nomes, submetida também ao ministro da Justiça daquela época, Marcio Thomaz Bastos. Essa costura, no entanto, não era suficiente. E ele então procurou o advogado Antonio Carlos de Almeida Castro, um dos mais notórios de Brasília, conhecido como Kakay, para que providenciasse um encontro com José Dirceu.

A história está revelada na edição deste sábado do jornal O Globo, pelo próprio Kakay. "Ele me procurou e disse que era um sonho seu chegar ao Supremo e que precisava do apoio do Zé Dirceu", afirmou o advogado à repórter Maria Lima. Kakay disse que, antes de providenciar o encontro, foi ao ex-ministro da Casa Civil. "Eu vou recebê-lo, mas nós temos que mudar a forma de indicação dos ministros do Supremo Tribunal Federal. Um pretendente ao STF não pode ter que pedir apoio a um ministro da Casa Civil, até porque, em tese, ele terá que nos julgar no futuro. Isso não é bom para o País", disse Dirceu, segundo o relato de Kakay.

A profecia foi realizada e Barbosa liderou a condenação de Dirceu a dez anos e dez meses de prisão, por corrupção ativa e formação de quadrilha. Kakay não se surpreendeu. "Não esperávemos que fosse diferente. Joaquim, desde o Ministério Público é esse cara infeliz, preocupado em manter essa postura de salvador da pátria. Ninguém é duro desse jeito sendo feliz. Eu só achava que ele seria mais gentil com seus pares", disse Kakay, que foi um dos poucos advogados vitoriosos do mensalão – ele defendeu Duda Mendonça, que foi inocentado.

Dias atrás, Kakay ofereceu um jantar a José Dirceu, onde os dois teriam até se divertido ao comentar os votos de alguns ministros. Ontem, o ex-ministro participou de um ato do PT em Osasco, onde defendeu o "julgamento do julgamento".

- Transcrito do Brasil 247

Agente penitenciário é preso por extorquir mulher de traficante em Natal

O agente penitenciário Maynar Nogueira de Carvalho, de 36 anos, foi preso na tarde desta sexta-feira (23), em Natal, no momento que ele extorquia R$ 400,00 da mulher de um preso conhecido por Ranieri da Guarita.

O flagrante realizado por agentes da Deicor aconteceu no estacionamento de um estabelecimento comercial em Natal. De acordo com Sheila Freitas,a titular de Combate ao Crime Organizado, o agente penitenciário teria ameaçado a mulher e o presidiário exigindo uma quantia em dinheiro através de mensagens trocadas nos celulares.

Após ser preso, Maynar foi autuado em flagrante por extorsão e encaminhado para o presídio de Alcaçuz. Além do processo criminal, deverá ser exonerado da função de agente penitenciário.

Carvalho é lotado no Presídio Estadual de Parnamirim, onde Ranieri está preso. Ranieri responde por tráfico de drogas e também homicídio. Carvalho teria se aproximado de Ranieri e a mulher quando este tentou entrar no presídio com 1 quilo de maconha.


- Transcrito do Blogdobg

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Ação Social em Passagem de Areia

A prefeitura de Parnamirim e a UnP fecharam parceria e realizarão na tarde deste sábado (24/11) ação social no Bairro de Passagem de Areia. A ação contará com diversas atividades, entre elas palestras, sorteio de brindes, atividades lúdicas e atendimentos a população do Bairro.

A ação começará as 14 horas e acontecerá na Escola Municipal Emérito Nestor Lima.

Bento XVI afirma em livro que Jesus tem mais de 2012 anos

Quando o mundo se prepara para celebrar o nascimento de Jesus Cristo, em 25 de dezembro, surge uma polêmica sobre seu aniversário questionada, nada mais, nada menos, pelo líder da igreja católica, Papa Bento XVI.
O Papa Bento XVI revelou na terceira parte de sua trilogia, dedicado à vida de Cristo, que Jesus pode ter nascido mais cedo do que se pensava anteriormente. 

Segundo o jornal inglês The Telegraph, o Papa explica em seu livro que Exiguus, que é considerado o inventor do calendário cristão, "cometeu um erro em seus cálculos por vários anos. A data real do nascimento de Jesus foi vários anos antes".

Livro do Papa Bento XVI, Jesus de Nazaré: as narrativas da infância, foi publicado na terça-feira. Como as duas publicações anteriores, está previsto para ser um best-seller, e um milhão de cópias do livro já foram impressos. Espera-se que o livro será traduzido em mais 20 idiomas para publicação em 72 países. As narrativas da infância segue a vida de Jesus desde a concepção até a sua apresentação no templo, na idade de 12.

- Transcrição.

Bom dia!!


Concurso escolherá os mais belos negros de Parnamirim

A Comunidade quilombola de Moita Verde, localizada na cidade de Parnamirim, realizará logo mais as 16 horas, a segunda edição do concurso Os Mais Belos Negros de Parnamirim. 

O Espaço Cultural Nestor Lima, no centro de Parnamirim, sediará esta edição do concurso que também contará com  apresentações musicais e dança e tem o apoio da prefeitura de Parnamirim, através da Fundação de Cultura

Maiores informações sobre o concurso, bem como sobre a comunidade quilombola de Moita Verde é só ligar para Silvana Rodrigues 87173550.

Lei de Talião, com direito a perdão na hora H

A iraniana Ameneh Bahrami, 34, ficou desfigurada depois que um colega de faculdade com quem ela não queria se casar atirou ácido em seu rosto. Em 2011, ela obteve o direito de aplicar a Lei de Talião, mas, na última hora, perdoou o agressor. Residente na Espanha, Ameneh voltou ao Irã para lançar sua biografia "Auge um Auge" ("olho por olho", em alemão), sem previsão de lançamento no Brasil.

"Nasci de um pai militar e de uma mãe professora de escola primária e tive uma infância feliz crescendo ao lado de minhas duas irmãs e dois irmãos em Teerã.

Terminado o segundo grau, me inscrevi na faculdade de Engenharia Eletrônica na Universidade Eslamshahr.

Em 2003, uma senhora me telefonou dizendo que tinha um filho que estudava comigo e queria me pedir em casamento. Ela me disse seu nome, Majid Movahedi, e então fui conferir quem era.
Kaveh Kazemi/Folhapress/Arquivo Pessoal

Imagens mostram Ameneh Bahrami antes do ataque, em 2004, (à dir.) e agora, em visita a Teerã, depois do tratamento (à esq.) ao qual foi submetida em Barcelona, na Espanha, com a ajuda financeira do governo iraniano

Eu o conhecia de rosto, mas não sabia seu nome. Quando a mãe me ligou de novo, contei que não estava interessada. Não ia com a cara dele e, além disso, ele um dia havia mexido comigo durante uma oficina de laboratório, tocando minhas coxas.

Mas ela continuou ligando, dizendo que seu filho era homem e, por isso, tinha direito de escolher quem bem entendesse para ser sua mulher. Após meses recebendo ligações, exigi que ela parasse de telefonar. Ela respondeu que seu filho iria se matar se não se casasse comigo.

Meses depois, me formei e consegui um emprego numa empresa de equipamentos médicos.

Eu só soube muito tempo depois que Majid naquela época vivia me seguindo e levantando todo tipo de informação a meu respeito, desde horários até nomes de colegas.

Certa vez ele me ligou dizendo que estava disposto a me matar se eu não me casasse com ele. Não levei a sério e continuei vivendo normalmente, até que um dia, em outubro de 2004, eu o vi me esperando na frente da empresa.

Repeti que não o queria e contei que tinha um marido. Majid respondeu: É mentira, pois sei tudo a seu respeito. Case comigo ou vou arruinar sua vida.

Dois dias depois, saí do trabalho por volta das 16h30 e caminhava pela rua quando senti alguém apressado atrás de mim. Deixei a pessoa me ultrapassar e vi que era Majid, com um frasco na mão.

Ele atirou um líquido no meu rosto, pensei que fosse água quente. Ele riu e saiu correndo, e minha vista escureceu.

A última coisa que meus olhos enxergaram foi o tênis de Majid. Logo senti uma queimação atroz e entendi que o líquido que escorria pelo meu rosto não era água quente, mas ácido sulfúrico.

Comecei a gritar no meio da rua e arranquei desesperadamente minha roupa e até meus calçados, que não paravam de queimar.

Doía muito e eu não enxergava nada. Trouxeram água e eu molhei minhas mãos e braços, mas o efeito foi pior, pois minha pele começou a ferver. Um homem me disse: Não leve a água à cabeça, senão seu rosto vai se desmanchar.

Fui levada de hospital em hospital até ser atendida.

Nem na clínica de queimados sabiam o que fazer comigo. Diziam nunca ter visto um caso assim. Cinco horas depois, um médico anunciou que meu olho esquerdo estava perdido e que meu olho direito tinha chance de ser salvo.

Com ajuda financeira do então presidente Mohammad Khatami, fui fazer tratamento em Barcelona, onde uma operação bem-sucedida me permitiu recuperar 40% da visão do olho direito.

SEM DINHEIRO NEM TETO

Mas Mahmoud Ahmadinejad, eleito em 2005, cortou a ajuda, e mergulhei numa situação muito difícil na Espanha, sem dinheiro nem teto.

Em 2007, peguei uma infecção num abrigo social e perdi de vez o olho direito. Foi aí que decidi voltar ao Irã para pedir a Lei de Talião [olho por olho, dente por dente, criada na Babilônia antiga].

A Justiça argumentou que a lei nunca era aplicada, mas, no ano passado, ganhei a causa. Majid já estava no hospital judiciário para ser cegado quando anunciei que o perdoava. Ele se jogou no chão e beijou meus pés.

No fundo eu nunca quis aplicar a Lei de Talião. Jamais poderia fazer isso, não sou selvagem. Eu queria mesmo chamar a atenção para o caso e evitar que outras pessoas passem pelo que sofri.

Hoje o que importa é o dinheiro. Quero que ele me pague 150 mil. Mas ele foi solto pela Justiça, que não gostou de eu ter recuado da lei.

Há muita complicação, mas continuo atrás do dinheiro. Volto dentro de alguns dias para Barcelona, onde sigo tratamento e vivo com a ajuda que Ahmadinejad retomou depois que eu perdoei Majid.

Um médico na Espanha acha que pode recuperar meu olho esquerdo. Enquanto isso, quero que meu livro saia no mundo todo."

A Agonia da Seca norteia discussão na Assembléia

Em pronunciamento realizado ontem na Assembleia Legislativa do RN, o deputado George Soares relatou alguns dos muitos problemas vivenciados pelos agricultores norteriograndenses diante do agravamento da seca no nordeste, bem como apresentou sugestões para minimizar o sofrimento do sertanejo e dos rebanhos que tombam diariamente em razão da falta de água e de pastos

Dentre as sugestões feitas pelo deputado George Soares estão:  recuperação de poços nas diversas regiões; a disponibilização de crédito emergencial; a assistência rural e o reforço na oferta hídrica do Estado. 

O pronunciamento do deputado George Soares foi embasado por pesquisa elaborada por Antonio de Paula Batista (Neto Burrego), a qual resultou na confecção de um texto intitulado de Agonia da Seca (publicado dias atrás por este e outros blogs do RN).

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

De 03 a 09/12 Taça Brasil de Futsal, em Assú


Simpósio de Estudos sobre Cultura Midiática

A UFRN promove, entre os dias 5 e 7 de dezembro, o I Simpósio Internacional de Estudos sobre Cultura Midiática – do conceito à Imagem: a cultura da mídia pós-Vilém Flusser, que acontecerá no auditório do Núcleo de Pesquisas em Ciências Sociais Aplicadas (NEPSA), no campus universitário de Natal.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia 30/11 por meio do endereço www.flusser.com.br/inscricoes.

O evento contará com a participação dos principais estudiosos da obra do pensador tcheco com nacionalidade brasileira Vilém Flusser, comoLúcia Santaella(PUC-SP),Andreas Ströhl(Instituto Goethe – Alemanha),Steffi Winkler(Universidade Livre – Alemanha),Rainer Guldin(Universidade Lugano – Suíça), dentre outros.

A programação, que conta com diferentes temáticas que envolvem a cultura midiática, pode ser conferida na íntegra pelo site www.flusser.com.br/programacao.

Amaistarde, reunião para discutir a seca no Vale do Açu


terça-feira, 20 de novembro de 2012

Terça especial: DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA


Câmara do Assú dirá mais outro SIM

Amaitarde, dia importantíssimo em que todos nós comemoramos o Dia da Consciência Negra, os edis assuenses irão realizar uma reuniãozinha para ouvir alguns técnicos da prefeitura da cidade a dizer o que é um orçamento participativo (feito por eles mesmos).

Pois bem... o regimento, lei orgânica do município reza que o orçamento da cidade DEVE ser participativo e ai para fazer a media... bemm,.. bem, amaistarde alguém irá ler o que está escrito em um bocado de planilhas confeccionadas nos gabinetes da PMA. O bom de tudo é que ninguém DEVE interromper a apresentação, do contrário, corre o risco de ouvir tudo do começo. aff, ninguém merece!

- O orçamento participativo da prefeitura do Assú - PMA, não passa de um monte de planilhas confeccionadas em gabinetes refrigerados e apresentados aos atentos, laboriosos... edis e mais uma meia duzia de... beeemm... será aprovado na integra, por falta de tempo hábil para modificações.

Entonce... todo essa encenação acontecerá logo mais as 20 horas, na Câmara Municipal do Assú,

Ahh, se você cidadão/cidadã não quiser ir, não precisa de avexamento algum, poderás escutar os técnicos da PMA a ler o que está escrito nas planilhas, 'sem poblema algum' através das ondas do rádio.

- A propósito, o Partido dos trabalhadores há mais de quatro anos exigia que o orçamento da cidade fosse discutido...participativo. Geeennnte, faz tempo que ninguém ouve nem um som que ecoe algumas palavras, silabas mesmo que lembre esse bordão: Orçamento Participativo. O poder, OHH o Poder!!!

sábado, 17 de novembro de 2012

Curtissímas

Concurso de produtos lácteos
Encerra-se na próxima segunda feira as inscrições para o II Concurso de Produtos Lácteos promovido pela Sebrae/RN. O concurso premiará os três primeiros colocados em sete categorias: queijo de coalho, queijo de manteiga, ricota, queijo minas frescal, manteiga de garrafa, bebida láctea e iogurte. Os vencedores serão escolhidos em evento a se realizar em 27/11, no Espaço Cultural da Fiern. Informações e pré inscrições pelo telefone 3211-4586.

Esquecimento inaceitável
As secretarias municipais de saúde de Carnaubais, Afonso Bezerra e Alto do Rodrigues e mais 27 do RN, 'esqueceram-se' de alimentar o sistema de informação ambulatorial do Ministério da Saúde e... os recursos destinados a área de vigilância sanitária destes municípios foram suspensos. Explicação para tal esquecimento? pode até ter, mas seja lá qual for, entra naquele mote de "pra inglês ver", melhor, ouvir. Inadmissível e inaceitável, no minimo. No caso de Carnaubais, esse esquecimento lembra aquele que levou ao atraso do pagamento do Pasep dos funcionários municipais. Maass, há época os responsáveis pelo fornecimento destas informações eram outros.

Conselheiro do TCE
O deputado Nélter Queiroz anda usando de todas as manhas e artimanhas que conhece para ser o escolhido pela Assembléia Legislativa para ocupar a vaga de Valério Mesquita, no TCE. Nélter, que se vangloria de ter colaborado com a eleição vitoriosa de dezenas de prefeitos do RN e de ter conseguido eleger o ilustre desconhecido George Queiroz (seu filho) a prefeito de Jucurutu e de ter ao longo de anos indicado inúmeros aliados seus para ocupar cargos de gestores também 'se acha' competente para assumir a função de conselheiro do TCE. Será que ele também se acha isento? E assim caminha nossos órgãos fiscalizadores.

Mais Educação
A educação do Assú que é administrada há mais de 10 anos pelo mesmo grupo está a pedir socorro. O socorro está chegando e para variar, vem republicanamente, pelo governo federal. Até o próximo ano será implantado em 9 escolas municipais o Programa Mais Educação que tem o objetivo melhorar o desempenho escolar dos educandos. Os alunos a ingressarem no Mais Educação não podem está inscritos em outros programas do governo federal que tenham a mesma finalidade, tipo ProJovem e funcionará no contra turno, ou seja, ou alunos matriculados no matutino e inscritos no Mais Educação continuarão na escola onde almoçarão e participarão de oficinas ao longo da tarde, dentre elas, letramento (obrigatória). O Mais Educação só é implantando em municípios em que o Ideb está  bem baixinho.

Presidência terá nome do grupo gestor da educação?
E por lembrar o grupo gestor da educação do Assú, eis que o vereador Heliomar Alves, coordenador (de direito) do grupo é candidatíssimo a presidência da Câmara. Heliomar que derna que chegou a maioridade é vereador (graças ao pai, que foi prefeito) busca o apoio de alguns vereadores e do prefeito Ivan Júnior (que segundo alguns é quem 'nomeará' o presidente) para conseguir realizar seu sonho. Para tanto, Heliomar conta com o apoio incondicional de seu irmão Helder (coordenador de fato do grupo). Ééé... ao longo de uma grande jornada como vereador, Heliomar conseguiu nomear inúmeros cargos comissionados (incluindo terceirizados) na secretaria de educação, uns pouquinhos na secretaria de saúde e realizar uma grande descoberta: o nobre edil descobriu a "Gramaticação". O que é isso? segredo guardado a 7 chaves pelo edil.

Presos antenados
O deputado Leonardo Nogueira sugeriu ao governo estadual para que sejam implantados nos presídios estaduais um sistema de informações para que os apenados possam acompanhar o desenrolar do cumprimento de suas penas. O sistema, segundo o deputado, não terá custos para o erário estadual, uma vez que os equipamentos que possibilitarão aos apenados observarem seus processos viriam dos descartes habituais realizados pela administração pública. Ou seja, aquele pc que não mais serve para ser utilizado na governadoria (p.ex) serviria muito bem para ser instalado em algum presidio. Levando em consideração o pouco numero de defensores públicos no Estado e que a maioria dos apenados tem pouquíssimas condições financeiras, a ideia é salutar. Basta saber o que acontecerá com o apenado que 'descobrir' que tem direito a progressão da pena ou que já a cumpriu integralmente ou mesmo que ouve equivoco do dosimetria  Quem irá ouvi-lo? o sistema?

Sem sinalização
Apesar de manter um contrato, há meses, com uma empresa de sinalização horizontal de vias públicas, a prefeitura do Assú continua sem sinalizar as ruas que foram agraciadas com uma camada tênue de asfalto. O asfalto do centro da cidade continua lá, sem nenhum risco amarelo ou branco que venha a indicar qualquer coisa. A rua da rodoviária, asfaltada ainda em 2011, também ainda não teve o prazer de receber bendita sinalização. Agora, cá prá nós, se a sinalização não é feita derna de muito tempo, por que diabos o contrato com a empresa responsável por este fazimento foi aditado? se adita contrato que não foi executado? Aahh, tá, na república independente do Assú tudo, mas tudo mesmo, é possível. Aaahh, as últimas ruas 'asfaltadas' estão lá, sem sinalização, sem meio-fio e sem canteiros, mas com uma cobertura não superior a um centímetro de asfalto. 

Salve o Atheneu
Alunos, ex alunos, profissionais da educação... irão realizar na próxima terça feira (20/11) um abraço simbólico ao Colégio Atheneu, localizado no coração de Petrópolis  bairro nobre de Natal. O abraço está previsto para acontecer as oito da matina e tem o propósito de chamar a atenção sobre o situação caótica a que esta instituição de ensino está relegada. O Atheneu que em décadas passadas formou a 'nata' da sociedade norteriograndense, hoje sofre com o abandono e o descaso das autoridades do estado. A Fiern pleiteia a concessão do Atheneu para sediar no local uma de suas unidades de ensino. Pleito que após o abraço de terça feira deverá se concretizar. A propósito, o Atheneu é o retrato do que aconteceu com o ensino público do estado que quando abriu suas portas para os menos favorecidos econômico e socialmente, deixou entrar também os primeiros ventos do descaso com o processo de ensino/aprendizagem.

Por que hoje é sábado!!


sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Sem planejamento, assim era a administração de Micarla

O prefeito da cidade do Natal, Paulinho Freire, depois de muitas reuniões e entrevistas dizendo que iria extinguir secretarias e cargos comissionados, eis que hoje efetivamente cumpriu com as palavras ditas: extinguiu as secretarias da Mulher, da Habitação, a Serig, o Procon e a Ouvidoria, bem como cargos comissionados nas secretarias (deixando apenas o secretário e mais uns dois cargos comissionados para se revezarem da difícil tarefa de não deixar a luz apagada) da Secopa, Secom, Seturde, Alimentar, Semdes e Funcarte.

O fim das secretarias e dos cargos comissionados representará uma economia para os cofres públicos da capital potiguar de cerca de 300 mil reais.

Nesses poucos dias a frente da PMN, Paulinho Freire e sua equipe também elaborou um relatório, o qual foi entregue hoje ao Procurador de Justiça do RN, com algumas irregularidades existentes no âmbito da administração municipais, entre elas, ausência de planejamento. 

Traduzindo, se não havia planejamento, havia desordem, ou não? Bem, o Procurador recebeu o relatório.

Frango do Luizão, na Cohab


A partir de janeiro, Rio terá bolsa crack

O prefeito eleito do Rio de Janeiro estuda dar dinheiro para famílias de crianças e jovens dependentes de crack. Segundo Adilson Pires, vice-prefeito eleito e futuro secretário de Desenvolvimento Social, a ajuda permitirá que esses parentes tenham condições de acolher usuários da droga.

A bolsa serviria como estímulo às famílias: de acordo com Pires, a grande maioria desses jovens e crianças é muito pobre e a ajuda a ser fornecida pelo governo deverá variar entre R$ 350 a R$ 900 para adultos que se disponham a cuidar de menores de idade em situação de risco social.

A partir de janeiro, a secretaria de saúde ficará responsável pelo tratamento dos dependentes de crack submetidos a tratamento ambulatorial. Hoje, em todo o Brasil os dependentes químicos são acompanhados, em sua grande maioria, pelas secretarias de assistência social.

Câmara do Assú: 2013, SIM potencializado

No inicio da noite de ontem, Chico Lavoisier, vereador eleito da cidade do Assú, deu entrevista a uma rádio local com intuito de falar sobre sua possivel postulação a presidencia da Câmara, na proxima legislatura. Essa era a intenção, no entanto, Chico não é postulante a este posto e sim a um cargo no primeiro escalão do executivo assuense. Saannnguede...!!!
 
Geeennte, o nobre futuro edil ao longo de cerca de uma hora demonstrou uma submissão, uma... bem, tudo que o nobre vereador eleito deseja é o que for o desejo de Vossa Excelencia o prefeito eleito de Assú, que por sinal foi descrito pelo mesmo como... como... O Iluminado. E ponto.
 
- E pensar que ontem era aniversário da Proclamação da República, a qual tem como objetivo a autonomia dos tres Poderes: Executivo, legislativo e judiciário.
 
Aahh, tá, faz sentido, derna de quando mesmo a Câmara do Assú legisla? Huuumm, faz tempo que esta esfera do poder apenas se limita a dizer sim a todas as leis  e expedientes encaminhados a Casa pelo poder executivo. Além de dizer sim, nossos edis costumam pleitear alguns cargos comissionados e outras benesses do executivo, mais do que isto, é ser 'muito exigente'.
 
PRESIDÊNCIA DA CÂMARA
Né por nada, né por nada, mas segundo o nobre futuro vereador, o presidente da Casa será o nome escolhido por Ivan Júnior e... pronto! Portanto, esperar que Vossa Excelencia volte das férias nupciais e diga quem será o presidente da Câmara.
 
Huuumm, mas os astros dizem que o primeiro dos candidatos a vaga que recebeu o convite para participar da festa nupcial de Vossa Excelencia o prefeito do Assú a se realizar nos proximos dias no vizinho estado da Paraiba, será o escolhido. Simples assim.
 
Entonce...!!?

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Envelhecendo Juntos é o tema da Conferencia da Ibra


Ascensão e queda

Por Vicente Serejo

Nunca uma carreira foi tão meteórica em tudo: na ascensão, flutuação e queda. Decolou como se desafiasse a própria lei da gravidade política, e caiu de forma espetacular, empurrada por denúncias as mais graves, e desabando num abismo suspeito de tenebrosas transações. No espaço de alguns anos, passou de ícone catalisador da grande maioria de sua cidade contra um acordão de caciques, a exemplo histórico de rejeição com os maiores índices de reprovação da histórica política de Natal em 400 anos.

Herdeira de uma vocação paterna de comunicador, com a carreira de vereador a senador feita no rastro de recordes consagradores, ela substituiu o pai na tevê com forte e corajoso estilo jornalístico. Fez da tela um espaço de lutas e de consagração garantida pela segunda maior rede de tevê, e a mais populista. Do estúdio, saltou para o plenário da Assembleia e, de lá, para eleger-se prefeita de Natal derrotando uma grande aliança em torno da candidata petista com uma avalanche de três governos.

Do primeiro ao último passo, na caminhada para ocupar o Palácio Felipe Camarão, o ritmo foi sempre tão firme e vitorioso que nada foi capaz de detê-la, até a consagração nas urnas do primeiro turno. Foi a favorita em todas as pesquisas esmagando a força da governadora Wilma de Faria, prefeito Carlos Eduardo Alves, senador Garibaldi Filho, senadora Rosalba Ciarlini, do deputado Henrique Alves e dos deputados estaduais, todos reunidos em torno dos governos municipal, estadual e federal.

Mas terminaria ali, na festa da vitória, e sem que ninguém suspeitasse, aquela que seria uma carreira meteoricamente desastrosa. Da equipe inicial, com participação dos partidos da aliança, afastou todos os nomes e abrigou sob sua inspiração a equipe que se mostraria subalterna, preocupada em salvar seus espaços e, por vezes, como o tempo mostrou, a tirar vantagem dos cargos. E fechou o seu primeiro ano com sinais de pouco controle administrativo e de uma debilidade sem precedente.

O que nos primeiros meses parecia ser resultado do isolamento político sem abrir as portas do Palácio do Planalto, logo se revelou uma grave ineficiência de gestão. A área técnica não conseguia transformar ideias em projetos e estes em recursos. E mesmo quando as obras da mobilidade surgiram como uma salvação, sua gestão nada conseguiu realizar, prisioneira de uma prefeita perdida, sem saber gerir até as ações mais comuns de uma cidade que já se preparava para receber a Copa do Mundo.

Com menos de dois anos, ultrapassou a faixa assombrosa de 80% de desaprovação em todas as classes sociais, níveis econômicos, graus de instrução e faixas etárias, chegando a ultrapassar os 90% nos seus últimos dias de imolação pública. E como se faltasse só um traço para completar o trágico retrato que vai deixar do seu rosto na história política do Rio Grande do Norte, deixou o Palácio pela porta dos fundos. Ela que lá chegou nos braços do povo como um símbolo de juventude e renovação.

terça-feira, 13 de novembro de 2012

FETARN: Nota a população do RN



A FETARN - Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Rio Grande do Norte em reunião da sua Direção vem a público, manifestar a sua contrariedade em face do tratamento dispensado pelos Governo Federal, em razão das ações que não correspondem as necessidades para o enfrentamento da atual fase da estiagem e do Governo Estadual do RN, em praticamente nada realizar para atenuar os efeitos da seca. 

Estamos enfrentando no RN uma das piores estiagens dos últimos anos, com uma perspectiva de atingir prejuízos para o Estado na ordem de R$ 5 bilhões. A agricultura familiar é a principal afetada com a inexistência de safra, mortalidade dos rebanhos, colapso do abastecimento d’água, inexistência de renda, etc. 

Para agravar ainda mais a situação, às políticas públicas de apoio a manutenção das famílias, não chegam aos seus objetivos:- Do universo de 76 mil unidades produtivas familiares no Estado, o PRONAF Estiagem para agricultura familiar atendeu apenas 1.957 famílias, o que demonstra não ter crédito emergencial. Os recursos disponibilizados pelo Governo Federal para a compra de insumos, alimentação dos rebanhos e recuperação de poços artesianos, são insuficientes para atender as famílias que estão sendo castigadas com os efeitos da seca. A recuperação e instalação de 160 poços programados pela SEMARH até o momento não se concretizou. 

- Apesar de a operação carro pipa ser um instrumento paliativo para enfretamento da falta d´água para consumo humano, encontra-se atendendo precariamente apenas 87 municípios. Os rebanhos continuam morrendo com a falta d´água e de alimentação. O milho de venda direta aos agricultores familiares na CONAB, não tem chegado aos criadores em regime de economia familiar. Segundo a Companhia de Abastecimento, das 63 mil toneladas necessárias para os últimos 6 meses, chegaram efetivamente ao Estado apenas 24 mil; 

- Os Programas Garantia Safra e Bolsa Estiagem são insuficientes para amenizar a situação das famílias atingidas pela estiagem, pois a quantia é insignificante de R$ 136,00 e R$ 80,00 mensais, respectivamente, durante cinco meses, não atendendo as necessidades básicas dos trabalhadores e trabalhadoras rurais. 

Assim manifestamos o descaso e a forma pela qual os Governos Federal e Estadual vêm se comportando no tratamento aos agricultores e agricultoras familiares. As ações ínfimas governamentais tem criado um ambiente para aprofundamento das consequências dos efeitos da estiagem no RN. 

Lutaremos por um tratamento digno para os trabalhadores e trabalhadoras rurais do nosso Estado. 

Natal, 30 de outubro de 2012. 

A Direção.

Operação Drible: investiga suposta máfia dos combustíveis em Natal


O Ministério Público Estadual em parceria com a Secretaria Estadual de Tributação e as polícias Rodoviária Federal e Civil, deflagraram nos primeiros minutos da manhã desta terça-feira a Operação Drible, com vistas a combater uma suposta máfia dos combustíveis em Natal.

Estão sendo cumpridos 4 mandados de prisão e 16 de busca e apreensão em Natal, São Gonçalo do Amarante, São José do Mipibu, Taipu e Extremoz.

Segundo a investigação do GAECO o prejuízo aos cofres públicos chega a mais de R$ 7 milhões.

Há indícios de formação de quadrilha, distribuição ilegal de álcool, adulteração de combustíveis, lavagem de ativos e sonegação fiscal.

De acordo com as informações preliminares, o Ministério Público monitora a suposta máfia dos combustíveis em Natal há algum tempo.

O grupo opera desde 2005 e já adquiriu mais de 16 milhões de litros de álcool de forma irregular, desequilibrando a livre concorrência, acusa o MP.

O álcool era retirado diretamente das usinas por meio de empresas fantasmas e revendido nos mais de 20 postos do grupo.

Além disso, recai a acusação de que o grupo ainda adulterava combustíveis, misturando gasolina comum com aditivada.

= Com informações do Portal Nominuto.

Lançamento do livro da juíza Alba Paulo de Azevedo

CONVITE VIRTUAL PROCESSO PENAL (1) 

MPF/SP quer a retirada do "Deus seja louvado" das cédulas de Real

O MPF/SP propôs uma ação civil pública com pedido de tutela antecipada em face da União e do Bacen – Banco Central do Brasil para promover a retirada da expressão “Deus seja louvado” das cédulas de Real. A inclusão da frase se deu em 1986 por determinação do presidente da República à época, José Sarney. Com a adoção do Plano Real em 1994, o então ministro da Fazenda, Fernando Henrique Cardoso, determinou a manutenção da expressão nas cédulas de Real.

Segundo o MPF paulista, a frase constrange a liberdade religiosa e viola os princípios da laicidade do Estado brasileiro, da legalidade, da igualdade e da não exclusão das minorias. ”A manutenção da situação em discussão constrange a liberdade de religião de todos os cidadãos que não cultuam Deus, tais quais os ateus e os que professam a religião budista, muçulmana, hindu e as diversas religiões de origem africana”, afirma o procurador da República Jefferson Aparecido Dias na ação.

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Semana Espirita de Ponta Negra: programação

A partir de hoje, 12, até o próximo sábado, 17 de novembro, sempre às 19:40h e com entrada franca, será realizada a 16a Semana Espírita de Ponta Negra, no Centro Espírita Irmãos do Caminho (CEIC), situado a Rua Praia de Muriú, 9150 - Ponta Negra.

O evento, que terá por tema central “Casa Espírita: Uma Fonte de Luz”, reunirá seis palestras antecedidas de momentos artísticos enfocando a arte espírita e não espírita. Os palestrantes são conhecidos nomes de diversas partes do Brasil com elevado saber e sensibilidade, que encherão de luz e esclarecimentos as dúvidas dos participantes, fomentando assim o conhecimento.

Programação:

Dia 12/11: 20:00h: “Casa Espírita: Templo de Amor e Caridade”

A Palestrante será Ana Guimarães, do Rio de Janeiro.


Dia 13/11: 20:00h: “A Casa Espírita e a Família do Terceiro Milênio”

A Palestrante será Ana Guimarães, do Rio de Janeiro.


Dia 14/11: 20:00h: “A Casa Espírita: Oficina de Trabalho e Crescimento Espiritual”

O Palestrante será Liszt Rangel, de Pernambuco.


Dia 15/11: 20:00h: “Os Trabalhadores da Casa Espírita e suas Relações Espirituais”.

O Palestrante será Liszt Rangel, de Pernambuco.


Dia 16/11: 20:00h: “Dimensões Espirituais da Casa Espírita”.

O Palestrante será Clóvis Nunes, da Bahia.


Dia 17/11: 20:00h: “Casa Espírita: Uma Fonte de Luz ”

O Palestrante será Clóvis Nunes, da Bahia.

Aumento de salário de prefeito... de Ipanguaçu, repercute

Vem por ai uma avalanche de aumentos. O aumento de despesas não parte do funcionalismo, mas sim, dos gestores municipais, secretários e dos vereadores.

As Câmaras Municipais começaram a votar os reajuste para a próxima legislatura. Dessa ,não vale desculpa com a seca, da queda do FPM, lei de responsabilidade fiscal entre outras justificativas dadas pelo poderes executivo para não pagar condignamente seu servidores.

Os vereadores de Parnamirim já majoraram seus novos salários, agora a blogueira de Açu, noticia que os vereadores de Ipanguaçu fizeram o mesmo.

- Isso, sem levar em consideração aos demais municipios que certamente, se não o fizeram ainda, estão atrasados. -

Os prefeitos reeleitos e interessado já sancionaram a lei que aumenta o salário dos mesmos e dos secretários municipais.

"Pois ééé... a partir de 1 de janeiro de 2013 o prefeito constitucional de Ipanguaçu receberá a bagatela mensal de 14 mil reais, fora, logico, as mordomias que o cargo lhe confere. Tudo pago com o rico dinheirinho do contribuinte.
Os vereadores? beeem... cada um receberá R$ 4.500,00 mensais (o presidente a ser eleito receberá R$ 6.000,00). Já os secretários municipais receberão R$ 3.500,00 mensais.

Sim, o vice prefeito receberá R$ 7.000,00 mensais."


- Matéria transcrita do Blog da jornalista Rosalie Arruda

Bom dia!!


A agonia da SECA


A região Nordeste possui uma área 1.561.177 km², correspondente a 18,27% do território brasileiro e produz aproximadamente 16% do PIB brasileiro e tem uma população de cerca de oito milhões de pessoas. Esta região também comporta a maioria da população pobre do Brasil, haja vista cerca de 962.857 km² de seu território está situado no batizado polígono das secas.
Historicamente o Brasil não conta com politicas públicas voltadas para a otimização dos inúmeros recursos naturais existentes na Região Nordeste como instrumento de criação de alternativas econômicas e sociais no sentido de minimizar os efeitos da irregularidade de chuvas na vida do homem nordestino. Essa situação de descaso faz com que a sobrevivência desse contingente de pessoas esteja a mercê de políticas oficiais de socorro, paliativas mesmo.
Parte deste socorro vem através do fornecimento de água potável (apenas para que a sede não leve a um genocídio), através de carros pipas; de incentivo ao êxodo rural, seja do recurso à emigração para outras regiões ou para as áreas urbanas do próprio nordeste; campanhas midiáticas de arrecadação de alimentos, Além de muitos outros meios utilizados pelos governantes e as elites brasileiras para desincumbirem suas consciências da responsabilidade efetiva que tem para com esta situação lastimosa e evitável que vive o povo nordestino.
Além desses paliativos, mais voltado a manter o nordestino vivo, o Ministério da Integração propaga com grande euforia que pretende ajudar o pequeno produtor rural e anuncia a entrada em cena da bolsa estiagem, garantia safra, leilão de milho (que tornou-se uma acanhada ação de governo sob a coordenação da CONAB), recuperação de poços (que não são recuperados), operação carro-pipa ao invés de um amplo programa de perfuração de poços (água permanente), socorro e assistência (qual?) e a linha de crédito emergencial disponibilizadas e operacionalizadas exclusivamente pelo Banco do Nordeste, que sem estrutura de pessoal e tecnologia adequada para dar agilidade ao atendimento aos clientes, provocam retardamento na contratação dos recursos destinados a viabilizar o acesso aos meios de produção e de sobrevivência das famílias do campo, cujo prazo para contratação, conforme Resolução n° 4.077-CNN, vai até 30 de dezembro de 2012.  
Os efeitos desta morosidade, apatia e descaso para com a saga nordestina já podem ser vistos a olhos nus: plantações que não sobreviveram ao calor e a falta de chuvas, os animais morrendo por falta de pasto e água, a burocracia emperrando o acesso ao crédito... O bolso e o estomago do nordestino começam a bradar por soluções mais rápidas e viáveis. Num mundo globalizado, com tecnologia a mão, não se concebe mais um governo que não busca a satisfação efetiva da necessidade de seu povo.
Para a classe politica pode até parecer desencargo de consciência demonstrar através de planilhas, elaboradas em salas refrigeradas, que o governo busca de forma constante retirar o nordestino do grande fosso social e econômico para o qual o mesmo foi empurrado ao longo de séculos. Estas planilhas sempre mostram valores ‘transferidos’ (bolsa família, bolsa gás...) para o nordeste como forma de promoção do bem estar social e de fixação do homem no campo, numa demonstração clara do teor político e eleitoreiro que norteia este tipo de transferência.
O que impede que os governos (federal, estaduais e municipais) invistam na ampliação da agricultura irrigada? Segundo estudos, a agricultura irrigada é a que mais gera emprego, por real de investimento aplicado. A viabilização da produção de alimentos com redução de riscos, gerando empregos e aumento de renda para o setor rural, faz da irrigação uma alternativa técnica, que deveria ter a sua utilização fomentada de forma racional para permitir o desenvolvimento socioeconômico de regiões brasileiras pouco favorecidas.
É importante lembrar que a população rural que sobrevive da agricultura e pecuária é a que mais sofre com os efeitos da seca, além das perdas mensuráveis, se instala as perdas não-mensuráveis, composta pelo desânimo, impotência e a baixa auto-estima da população flagelada. Será que as autoridades tem capacidade de compreender o sentimento dessa população? As políticas públicas destinadas a mitigar os efeitos da seca e os desníveis de exclusão social no nordeste devem priorizar, de imediato, mudanças nos padrões de acesso aos serviços essenciais e aos ativos produtivos para ter uma vida com dignidade, nessa perspectiva, com ações estruturantes e duradouras, como a exploração de poços artesianos ou profundos, dessalinizadores, medidores de tarifa verde, amplo programa de irrigação em consórcio com a exploração da apicultura, aproveitamento dos espelhos d’água para piscicultura, etc.

- Texto originalmente escrito pelo economista Antonio de Paula Batista e alterado pela titular do Blog, após permissão concedida pelo autor do texto.